Loading

curadoria: Bruno Simões

Mais do que uma habilidade, desenhar é uma ferramenta primordial ao
processo de criação. É o primeiro momento em que o designer confronta
visualmente uma ideia ainda abstrata em sua cabeça para seguir (ou não)
adiante com o projeto. É uma linguagem única com a qual o criador se
comunica com sua equipe, colaboradores e clientes para que o desenho
então se torne matéria.

Em cada etapa do processo de criação existe um cuidado específico
com a apresentação e detalhamento das informações contidas no desenho,
variando também de acordo com a sua complexidade. Mas é no primeiro
croqui que encontramos a personalidade do produto – uma poderosa vontade
de existir que supera quaisquer questões lógicas, como a própria gravidade.

Esse croqui pode estar num caderno, uma folha solta ou mesmo um
guardanapo, não importa, a ideia precisa ser registrada e naquele exato
momento, antes que razão ou distrações à dissipem. Afinal de contas, aquela
boa ideia não tem hora certa para aparecer, independente do método que
cada designer adote em sua rotina para buscar inspiração.

Tal prelúdio ao produto é o tema central dessa exposição que inaugura
o calendário de 2018 da Galeria Nicoli e explora não só a estética de cada
um dos criadores convidados, mas seu universo particular, sua privacidade e
a construção da narrativa – do croqui à peça final, passando pelo modelo
físico, digital, protótipo ou qualquer outra etapa que faça parte do processo.
Essa defesa ao valor da ideia se apresenta pelos diferentes traços de
cada um dos 13 designers participantes: 80e8, Andrea Macruz, Bianca
Barbato, Brunno Jahara, Bruno Simões, Carol Gay, Giácomo Tomazzi, Leo
Capote, Marcelo Stefanovicz, Paulo Goldstein, Rodrigo Almeida, Rodrigo
Ohtake e Tiago Curioni.

Error: Please check your entries!